16 de fevereiro de 2017

Cookies de manteiga de amendoim e chocolate



Já vos contei da minha intolerância recente ao glúten!
Tenho começado a introduzir aos poucos farinhas com glúten mas sem ser farinhas de trigo! Com o Kamut a coisa também não correu bem mas felizmente a espelta tem resultado bem :)
Fico feliz porque adoro farinha e massa de espelta :D
Estas cookies já foram feitas há muito tempo, mas é sempre bom recordá-las porque são tão boas!! Quando conheci a Inês ela falou-me delas numa fotografia da primeira exposição a que fui. Cada fotografia tinha um significado, uma história e assim as coisas são tão bonitas.
Assim que tive oportunidade fiz as bolachinhas e já as fiz por mais do que uma vez porque são sempre um sucesso!


Receita baseada em: ananasehortela

Ingredientes:
- 4 colheres de sopa de manteiga de amendoim
- 75g de açúcar de cana
- 1 ovo
- 125g de farinha de espelta
- 1/2 colher de chá de fermento
- 75g de pepitas de chocolate
- 45g de amendoins sem sal
- 1 colher de sopa de leite


Preparação:
1 - Bater a manteiga de amendoim com o açúcar.
2 - Juntar a farinha e o fermento e bater levemente até obter uma mistura homogénea.
3 - Incorporar as pepitas de chocolate e os amendoins aos pedaços,
4 - Adicionar 1 (ou mais) colheres de sopa de leite e mexer bem até à massa ficar ligada.
5 - Colocar bolachinhas em tabuleiros forrados com papel vegetal.
6 - Levar ao forno pré-aquecido anteriormente a 180º durante 12-15min ou até dourarem e ainda estarem ligeiramente moles que depois endurecem.



13 de fevereiro de 2017

Spring rolls




As últimas férias que fiz foram as que mais gostei! Foram diferentes!
Nunca tinha ido para a Ásia. Minto, já tinha estado na parte asiática da Turquia, mas não é a mesma coisa!
O Vietnam e o Cambodja deixaram-me encantada! Os países são lindos, as pessoas amorosas e sempre prestáveis e a comida é uma verdadeira delícia, tanto num como noutro país, sempre cheia de cor e com sabores incríveis!
Depois de tanta coisa boa que comi por lá resolvi comprar um livro e não me arrependi, já experimentei várias receitas e todas elas resultaram bem!
Pena não ter o meu prato preferido do Cambodja mas ainda vou encontrar a receita perfeita para partilhar convosco :)
Os spring rolls estão por todo o lado, tanto os frescos como os fritos e ambos são deliciosos! Mergulhados naqueles molhos melhores ainda :)


Receita baseada em: Rick Stein's far eastern odyssey - Fresh spring rolls - pag 61.
Rick Stein's far eastern odyssey - Crisp spring rolls with pork, prawns and dried mushrooms - pag 62
Rick Stein's far eastern odyssey - Vietnamese dipping sauce - pag 303

Ingredientes:
Para os fresh spring rolls (3):
- 3 folhas de arroz
- 6 camarões cozidos
- 2 folhas de alface
- 1/3 de cenoura cortada em juliana
- 1/3 de pepino cortado em juliana
- 1 mão cheia de rebentos de soja
- folhas de hortelã-menta
Para os crisp spring rolls (3):
- 1/2 cebola
- 1 dente de alho
- 1/2 chávena de cogumelos
- 1 tira de pimento verde
- 1 colher de sopa de molho de peixe
- 1 colher de sopa de azeite
- 3 folhas de arroz
- 6 camarões cozidos
- 1/3 de cenoura cortada em juliana
- 1/3 de pepino cortado em juliana
- 1 mão cheia de rebentos de soja
- folhas de coentros
- farinha de arroz
- ovo
- óleo para fritar
Para o molho vietnamita agridoce:
- 2 colheres de sopa de sumo de lima
- 2 colheres de sopa de molho de peixe
- 1/2 colher de sopa de açúcar amarelo
- 1/2 colher de chá de gengibre
- 1 colher de chá de alho em pó
- 1 chili vermelho cortado aos pedaços bem pequenos
- 1 colher de chá de sementes de sésamo
- 2 colheres de sopa de água


Preparação:
Para os fresh spring rolls:
1 - Humedecer as folhas de arroz em água morna para que fiquem moles, fáceis de trabalhar.
2 - Colocar no meio do papel a alface, sobre ela rebentos de soja, cenoura, pepino, camarões e as folhas de hortelã.
3 - Enrolar o papel de arroz.
Para os crisp spring rolls:
1 - Começar por colocar numa frigideira com um pouco de azeite a cebola, o alho, os cogumelos e o pimento cortado aos pedaços. Juntar o molho de peixe e deixar ao lume uns minutos.
2 - Humedecer as folhas de arroz em água morna para que fiquem moles, fáceis de trabalhar.
3 - Colocar no meio do papel a mistura dos cogumelos, seguidos da cenoura, pepino, rebentos de soja, coentros e camarões.
4 - Enrolar o papel, fechando bem o rolinho.
5 - Passar por farinha e depois por ovo e colocar numa frigideira em óleo bem quente, fritando de ambos os lados.
Para o molho:
1 - Juntar todos os ingredientes com a água e misturar bem.


8 de fevereiro de 2017

Bolo de framboesas e coco



Nestas minhas aventuras de cozinhar sem glúten tenho encontrado soluções bastante interessantes!
Imensas farinhas já experimentadas e combinações entre elas por vezes surpreendentes!
Este bolo é muito simples, com framboesas da avó que andavam pelo congelador e apenas com farinha de coco! O bolo ficou tão molhadinho, com uma textura verdadeiramente deliciosa :)


Receita adaptada de: bakersroyale

Ingredientes:
- 5 ovos
- 100g de açúcar fino
- 130g de farinha de coco
- 1 colher de café de fermento
- 1 banana
- 75g de manteiga de cacau
- 150mL de bebida de coco
- 200g de framboesas + 100g para decorar


Preparação:
1 - Separar as gemas das claras.
2 - Bater as claras em castelo, adicionar o açúcar e continuar a bater até que forme picos.
3 - Envolver a farinha de coco previamente misturada com o fermento com as claras.
4 - Noutra taça bater as gemas com a banana esmagada. Adicionar a manteiga de cacau derretida e bater bem. Adicionar a bebida de coco.
5 - Misturar esta mistura à mistura das claras.
6 - Juntar as framboesas e envolver bem.
7 - Colocar numa forma untada e polvilhada e levar ao forno, pré-aquecido anteriormente a 180º, durante cerca de 45min.
8 - Retirar da forma, polvilhar com açúcar em pó e decorar com as restantes framboesas.


31 de janeiro de 2017

Pão de couve flor



Os meus pais sempre nos "obrigaram" a comer de tudo! Não havia cá birras nem fitas. O que ia para a mesa comia-se! Se gostava menos comia menos...
Aí aos 8-10 anos deixaram-nos escolher uma coisa que não queríamos comer! O meu irmão escolheu lasanha (como é possível? mas sempre embicou com lasanhas e cannellonis... Agora já não!) A minha escolha recaiu sobre as couves (aquelas couves a nadar na sopa davam cabo de mim.)
Uma coisa que me ficou marcada foram os brócolos! Eu detestava brócolos! Aqueles ramos... que coisa assustadora. E um belo dia as nossas escolhas caíram no esquecimento (de propósito!)!
Lá me foi posto um bocado de brócolo no prato! Sem grandes fitas passei mais de 3h sentada à mesa daquela cozinha a olhar para ele e a imaginar como é que o ia comer ou se ia vencer os meus pais pelo cansaço! Tal não aconteceu e não pude ir para a cama enquanto não tivesse comido. Assim foi, a muito custo, lá comi o brócolo!


Hoje não me fascinam, mas não ficaria horas na cozinha para os comer, gosto muito do sabor mas os ramos grossos continuam a não ser o meu forte!
Tal como eles vem a couve flor, adoro o sabor e farto-me de a usar! Mas não aprecio os ramos mais grossos :p
Este pão ficou diferente e bem saboroso :) É interessante a mistura de especiarias e aromáticas e adoro o toque do queijo.
Confesso que gostei mais dele quente e não frio ou à temperatura ambiente como dizem que deve ser comido :p Aqueci sempre as minhas fatias!


Receita baseada em: drizzleanddip

Ingredientes:
- 3 chávenas de raminhos de couve flor
- 5 ovos
- 1/2 chávena de manjericão fresco
- 1 cebola roxa
- 2 colheres de sopa de azeite
- 1 raminho de alecrim
- 3/4 chávena de farinha de trigo sarraceno (MyProtein)
- 1 colher de café de fermento
- 1 colher de café de pimenta preta
- 1 colher de café de cominhos
- 1 colher de café de sal
- 125g de queijo cheddar
- sementes de sésamo e linhaça


Preparação:
1 - Pré-aquecer o forno a 180º.
2 - Separar os ramos da couve flor e cozê-los com um pouco de sal até que estes estejam suaves. Escorrer bem a água.
3 - Cortar umas rodelas de cebola roxa (4) e reservar. Cortar o resto da cebola e colocar com azeite e alecrim numa frigideira. Cozinhar em lume brando até que esta fique suave. Remover do lume, deixar arrefecer.
4 - Bater os ovos. Adicionar-lhes o manjericão, a farinha, o fermento, a pimenta, os cominhos e o sal.
5 - Juntar a cebola cozinhada com o alecrim e o queijo.
6 - Quando tudo estiver combinado juntar os raminhos de couve flor (frios) e misturar bem (com cuidado para não os partir).
7 - Numa forma forrada com papel vegetal colocar algumas sementes de sésamo e linhaça. Adicionar a mistura da couve flor e colocar as rodelas de cebola por cima.
8 - Colocar no forno cerca de 45-50min. Retirar do forno pelo menos 20min antes de servir.